Patrícia Verônica Nunes Carvalho Sobral de Souza

Patricia 2

CADEIRA 21

PATRONO: JOSÉ FERNANDO DE ARAÚJO MENDONÇA

Processualista

Separador3-1sepia

Patrícia Verônica Nunes Carvalho Sobral de Souza, filha de José Sebrão de Carvalho Neto e Maria Célia Nunes Carvalho, nasceu em São Paulo, capital, em 20 de fevereiro de 1973, transladando-se com um ano de idade para Itabaiana.
Cursou o Primário no Grupo Escolar Eliezer Porto, concluindo-o em 1983. Em 1984 ingressou no Colégio Estadual Murilo Braga onde cursou o complemento do Ensino Fundamental (5ª à 8ª séries), concluindo-o em 1987; e o Médio, 1988-1990, todos em Itabaiana. Em 1993 foi aprovada no vestibular de Ciências Contábeis da Universidade Federal de Sergipe, onde se graduou bacharela em 1998. Especializou-se em Auditoria Contábil pela UFS (2000). Em 2008 graduou-se em Direito pela Universidade Tiradentes – UNIT (2003-2008), lá também se especializando em Direito Civil e Processo Civil, 2008-2009. Possui mais duas especializações: uma em Direito Municipal (2008-2009) e outra em Direito do Estado (2009-2011), pela Universidade Anhanguera – UNIDERP, São Paulo. Fez Mestrado em Direito Público (2011-2013), e Doutorado em Educação (2014-2017), ambos pela UFS. É doutoranda em Direito Público pela UFBA (ingresso 2016). Professora de Graduação e Pós-graduação da Universidade Tiradentes. Lecionou como professora substituta na Universidade Federal de Sergipe, durante dois anos.
Foi a primeira Mulher Diretora-Geral do Tribunal de Contas do Estado de Sergipe e atualmente coordena a Escola de Contas José Amado Nascimento do TCE/SE e é Professora do Curso de Direito da Universidade Tiradentes.
É Conferencista, advogada, contadora e jornalista, membro da Academia Sergipana de Letras, da Academia Sergipana de Ciências Contábeis, da Academia Itabaianense de Letras e do Instituto Histórico e Geográfico de Sergipe. Também membro da Associação Sergipana de Imprensa. Recebeu da Assembleia Legislativa do Estado de Sergipe a comenda do mérito trabalhista em 2007.
De tradição familiar nas letras (tem ancestralidade literária e cultural com ilustres itabaianenses como Francisco Antônio de Carvalho Lima Júnior e José Sebrão de Carvalho, o sobrinho e possui laços familiares com o acadêmico Vladimir Souza Carvalho), lançou até agora uma quantidade razoável de obras, quer sob a forma de livros jurídicos (11 obras – 2 individuais e 9 coletivas), quer de artigos, textos ou ensaios em jornais, congressos, etc..
Ocupa a cadeira número 21 da Academia Itabaianense de Letras, que tem como patrono o processualista José Fernando de Araújo Mendonça.

OBRAS (livros)
PUBLICAÇÕES INDIVIDUAIS-
Corrupção e Improbidade Críticas e Controle. 2011
– Segurança Jurídica no Processo Administrativo Disciplinar. 2013.

PUBLICAÇÕES COLETIVAS
– O Pensamento Vivo (Org. Luiz Antônio Barreto), 2010;
– Temas de Direito Constitucional: Estudos em Homenagem ao prof. Osório de Araújo Ramos. 2012;
– Direito e Administração Pública I. 2013;
– Mediação de Conflitos. 2013;
– Reflexões sobre a Docência Jurídica. 2013;
– Constituição e Processo. 2014;
– Direito e Administração Pública II. 2014;
– Direito, Educação, Epistemologias, Metodologias do Conhecimento e Pesquisa Jurídica. 2015;
– Direito, Educação e Metodologias do Conhecimento. 2015;
– Processo de Constitucionalização dos Direitos e Cidadania. 2015;
– Questões Polêmicas da Administração Pública. 2015.

 

Separador2-2sepia

POSSE: 29/07/2016

RECEPÇÃO SOLENE: 29/07/2106

SAUDAÇÃO: VLADIMIR SOUZA CARVALHO

Separador5preto


 

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: