Robério Barreto Santos

Roberio 2

Separador3-1sepia

Robério Barreto Santos, é filho único de Pedro Santos e D. Maria Luciene Barreto, tendo nascido na Maternidade São José, em Itabaiana, Sergipe, no dia 20 de fevereiro de 1981. Fez suas primeiras letras no Grupo Escolar João Salônio, em Nossa Senhora Aparecida, Sergipe; cursou o primeiro grau no Colégio Josué Passos, em Ribeirópolis, e o segundo grau no colégio Atheneu Sergipense, em Aracaju, ingressando depois na Universidade Federal de Sergipe, no curso de Letras, Espanhol.Professor, Jornalista, Cineasta, fotógrafo, romancista, pesquisador e criador da revista OMNIA, foi também colunista da Revista Perfil, cofundador do periódico Carta Serrana.Apaixonado por fotografia fez um magnífico trabalho de reprodução de chapas fotográficas antigas dos grandes fotógrafos itabaianenses, mormente Miguel Teixeira da Cunha, Percílio da Costa Andrade e João Teixeira Lobo. É também de sua lavra a recuperação do excelente trabalho amador de José Paulo Oliveira – o Paulinho do Doce. Do seu envolvimento com a cultura Itabaianense esteve no cerne do movimento cultural que gerou a Bienal do Livro 2011 de Itabaiana, e a seguir a página Itabaiana Grande no Facebook, ainda hoje por ele administrada; e deste mesmo movimento a evolução que deu na fundação da Academia Itabaianense de Letras. É professor secundarista e nas horas vagas continua sua frenética busca em variados temas como o mais recente deles, o cangaço. Ocupa a cadeira 15 da Academia Itabaianense de Letras cujo patrono é João Teixeira Lobo.

OBRAS
– O Vendedor de Sereias, (2011), Romance;
– Joãozinho Retratista – o mestre da fotografia (2011), biografia;
– O Livro Branco da fotografia (2012), álbum;
– Lampião e Volta Seca em Itabaiana (2013), versos;
– Álbum de Itabaiana, (2013, com Vladimir Souza Carvalho) Fotografia;
– O Cangaço em Itabaiana Grande (2013), ensaio histórico;
– Zeca Mesquita, o Visionário, (2014), biografia;
– O jacaré e o passarinho, (2014), infantil;
– Álbum de Itabaiana 2 (2015), fotografia;
– Maniçoba, (2015), contos;
– As Quatro Vidas de Volta Seca (2017) romance histórico.

VIDEOS VARIADOS (Incluindo série sobre o cangaço)

Separador2-2sepia

POSSE (Coletiva): 01/02/2013

RECEPÇÃO SOLENE: 01/11/2013

SAUDAÇÃO: JOSÉ DE ALMEIDA BISPO

Separador5preto


 

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: